Evangélicos em crise: Decadência doutrinária na igreja brasileira, de Paulo Romeiro, é um livro publicado em 1995 que aborda a situação da igreja evangélica brasileira na década de 1990. O autor, um pastor presbiteriano, argumenta que a igreja evangélica brasileira está em crise doutrinária, devido à proliferação de ensinos heréticos e à falta de rigor teológico.

O livro é dividido em três partes. Na primeira parte, Romeiro apresenta uma breve história do protestantismo no Brasil, destacando o crescimento do movimento neopentecostal nas últimas décadas. Na segunda parte, o autor analisa os principais ensinos heréticos que estão disseminados na igreja evangélica brasileira, como a teologia da prosperidade, o ensino da cura divina instantânea, e o fim da lei mosaica. Na terceira parte, Romeiro propõe uma série de medidas para a recuperação da igreja evangélica brasileira, incluindo o retorno à ortodoxia bíblica, o fortalecimento da educação teológica, e a promoção da unidade entre as denominações evangélicas.

O livro de Romeiro foi um marco na discussão sobre a situação da igreja evangélica brasileira. O autor foi um dos primeiros a denunciar a proliferação de ensinos heréticos no movimento neopentecostal, que estava em franco crescimento na década de 1990. O livro também contribuiu para o debate sobre a importância da educação teológica para a formação de líderes evangélicos.

O livro é escrito em um estilo claro e acessível, e é repleto de exemplos concretos de ensinos heréticos que estão disseminados na igreja evangélica brasileira. Romeiro é um pastor experiente e conhecedor da teologia evangélica, e suas análises são fundamentadas na Bíblia e na tradição cristã.

O livro é relevante para todos os cristãos, independentemente de sua denominação. Ele oferece um alerta sobre os perigos da heresia e da falta de rigor teológico, e propõe uma série de medidas para a recuperação da igreja evangélica brasileira.

Avaliação

O livro Evangélicos em crise é um trabalho importante e necessário. Ele contribuiu para o debate sobre a situação da igreja evangélica brasileira e alertou para os perigos da heresia e da falta de rigor teológico. O livro é bem escrito e fundamentado, e é recomendado para todos os cristãos que se preocupam com a saúde da igreja.

Pontos fortes

  • Análise bem fundamentada dos principais ensinos heréticos que estão disseminados na igreja evangélica brasileira
  • Proposição de medidas concretas para a recuperação da igreja evangélica brasileira
  • Escrita clara e acessível

Pontos fracos

  • O livro é datado, e alguns dos ensinos heréticos que ele aborda já foram refutados ou abandonados por algumas denominações evangélicas
  • O livro é um pouco repetitivo em alguns momentos

Conclusão

Evangélicos em crise é um livro importante e relevante, que merece ser lido por todos os cristãos.

Por: Adauto Santos, teólogo, professor, escritor do blog da FTBB

Enviar Dúvidas ou Comentários